The Amazing Broken Man

Mais um post de uma pessoa querida.





The Amazing Broken Man

por Carolina Silvestrini, d'O Peixe Solúvel (opeixesoluvel.blogspot.com)


Banda-de-um-homem-só cheia de dias de chuva e lençóis tristonhos na cama com pretensões de fantasma, formada por Odorico Leal, do Piauí, também guitarrista da October Leaves.
The Amazing Broken Man, descoberto pelo produtor britânico Kyle Lynd, do seriado Skins (a música New Year Son aparece em um dos episódios da quarta temporada), é um Jeff Buckley + Thom Yorke em sua melhor forma. As composições e letras ousam penetrar aquela bolha de ar azul onde poucos músicos brasileiros se deixam entrar, sem negar a influência de Tom Jobim e Scott Walker.

Odorico ainda não lançou nenhum álbum solo, mas cada faixa de seu EP, Lullabies for Western Children, parece embebida numa melancolia adocicada, quase inofensiva, num fundo musical minimalista. Sua voz é tão suave que é como se, de fato, ele cantasse para uma criança prestes a adormecer. Enfim: não tem como não amar.

Enjoy.



That's all folks.

Orquestra Imperial - Carnaval Só O Ano Que Vem



Um dos meus achados mais legais de todos os tempos para mim foi a Orquestra Imperial, a qual não fazia idéia que existisse até ver no "Orkut" (sim minha gente, aquela rede social que entrou no ostracismo, lembram?) que ela gostava da tal banda.

Ao ir atras gostei logo de cara em uma época que não gostava de samba e nem me familiarizava com o gênero.

Uma voz se destacou logo de inicio para mim, ela cantava uma das minhas musicas favoritas desse álbum chamada "Supermercado do Amor" pela lindíssima, simpática, doce e hoje em dia uma das minhas musas: Nina Becker.

O amor e deslumbre pela Thalma de Freitas foi um pouco mais demorado, mas não menos encantador. Aconteceu ao assistir o show Gainsbour Imperial.

Dentro do time de feras que compões a Orquestra estão Kassin (+2), Domenico (+2, Adriana Calcanhotto), Moreno Veloso (+2, com seu modelito de dar muita risada), Bernas Seppas, Rubinho Jacobina, Wilson das Neves, Amarante (Los Hermanos).

Esse baita time faz uma festa tão linda que a platéia se faz extensão do palco, e tudo vira uma coisa só.

Você ainda vão ver eles por aqui mais algumas vezes.

Essa é a escalação do time de feras:

Thalma de Freitas (voz)
Nina Becker (voz)
Moreno Veloso (percussão e voz)
Duani Martins (voz e cavaquinho)
Wilson das Neves (voz e percussão)
Berna Ceppas (sintetizadores e percussão)
Kassin (baixo)
Domenico Lancellotti (bateria)
Rubinho Jacobina (voz e teclados)
Nelson Jacobina (guitarra e violão)
Pedro Sá (guitarra)
Bartolo (guitarra)
Stephane San Juan (percussão)
Leo Monteiro (percussão eletrônica)
Felipe Pinaud (flauta e arranjos de sopro)
Bidu Cordeiro (trombone)
Mauro Zacharias (trombone)
Altair Martins (trompete)



Enjoy


Orquestra Imperial - Carnaval só o ano que vem [2007]



1. O Mar e o Ar
2. Não Foi em Vão
3. Ereção
4. Jardim de Alah
5. Rue de Mes Souvenirs
6. Yarusha Djaruba
7. Era Bom
8. Salamaleque
9. Ela Rebola
10. De um Amor em Paz
11. Supermercado do Amor
Esses dois videos não tem em nenhum álbum, e eles só tocam nos shows, aproveitem pois a busca por eles foi grande, mas valeu a pena.
Essa é do Rubinho Jacobina, e tem só em seu Cd solo:



Essa é muito legal... e foi a mais difícil de achar:




Essa é do album:



That's all folks.

Copacabana Club



É o Ep, mas foi por esse que eu conheci, e podem falar, mas eu gosto.

Ao vivo a vocal não tem lá tanta potencia vocal, mãs, como é no estudio mesmo, vale a pena dar uma conferida.

Enjoy


 

That's all folks.

Moldy Peaches - Moldy Peaches



É quando eu escuto, eu não vejo esses dois, eu vejo crianças cantando, e não essas figuras ai de cima.

A voz é suave, o som é bem elaborado apesar de cru, muito cru. E o ar de despojado não falta.  O jeitinho simples e tranquilo como o album é levado, e a diversidade em seus ritmos, é encantadora.

Essa banda é formada pela Kymia Dawson (responsavel por boa parte das musicas da trilha sonora de Juno), e Adam Green.

Tratam em sua maioria, de letras com temas relacionados a infância e a adolescência.

Ficaram conhecidos pela musica "Anyone else but you" trilha de Juno, que também tem nesse album.

Enjoy.

Moldy Peaches - Moldy Peaches [2001]

  1. "Lucky Number Nine" – 2:08
  2. "Jorge Regula" – 3:06
  3. "What Went Wrong" – 1:36
  4. "Nothing Came Out" – 5:04
  5. "Downloading Porn with Davo" – 2:24
  6. "These Burgers" – 2:01
  7. "Steak for Chicken" – 2:43
  8. "On Top" – 2:03
  9. "Greyhound Bus" – 1:15
  10. "Anyone Else but You" – 2:59
  11. "Little Bunny Foo Foo" – 1:19
  12. "The Ballad of Helen Keller & Rip Van Winkle" – 2:08
  13. "Who's Got the Crack" – 3:25
  14. "Lucky Charms" – 3:08
  15. "D.2. Boyfriend" – 1:39
  16. "I Forgot" – 2:09
  17. "Lazy Confessions" – 1:48
  18. "NYC's Like a Graveyard" – 3:15
  19. "Goodbye Song" – 2:13



That's all folks.

Bixiga 70



Instrumental brasileira, coisa de primeira, ouçam...

Se gostaram de +2 - Imã provavelmente irão gostar desses também...

Enjoy.

Bixiga 70 - Bixiga 70

That's all folks.

CéU - Caravana Sereia Bloom



Essa é de segunda mão, o álbum vasou na internet, e agora aqui.

Da maravilhosa CéU, eu gostei muit, me lembra um pouco a Barbara Eugênia, tem uma pegada que lembra um pouco o brega, com um reggae, e sei la mas o que, que ficou muito boa, a mistura sensacional, e as letras, ah as letras.

Sem falar muito, tirem suas próprias conclusões.

Enjoy

CéU - Caravana Sereia Bloom [2012]

01- Falta De Ar
02- Amor De Antigos
03- Asfalto E Sal
04- Retrovisor
05- Teju Na Estrada
06- Contravento
07- Palhaço
08- You Won’t Regret It
09- Sereia
10- Baile De Ilusão
11- Fffree
12- Streets Bloom
13- Chegar Em Mim



That`s all folks.

Chico Science e Nação Zumbi - Da Lama ao Caos



Ontem há 15 anos atras, morreu o Sr. Chico Science.

Já estava ensaiando esse post há um tempo, mesmo com atrasinho ta ai.

Sim, meu maracatu pesa uma tonelada.

As letras profundas, que fazem criticas sociais e que facilmente podem ser transportadas para os dias de hoje, e os baques marcados do maracatu atomico me fazem ter vontade de batucar em qualquer coisa, ou voltar a tocar maracatu. Me despertam a sensação de genialidade e inquietação.

Sem duvidas o mangue beat é uma das aceitações (teve um tempo que não ligava para essas musicas) mais bem aproveitadas no ambito espiritual por assim dizer para mim.

Lembrando também que já postei por aqui o Lucio Maia com seu projeto o Maquinado, que também é muito massa, apesar de ter diferença para o "Da Lama ao caos"

Enjoy.

Chico Science e Nação Zumbi - Da Lama ao Caos [ 1994]


  That's all folks.